Arte em casa é um ateliê bem pequeno, mas grande em dedicação e idéias. Em cada peça que pinto coloco amor e carinho. São todas muito especiais !! Aqui quero repartir com vocês o dia a dia do ateliê. A novidade de 2012 é que as peças pronta entrega agora estão a venda pelo site http://www.arteemcasa.divitae.com.br/ e não mais aqui no blog. Para saber sobre peças disponíveis para encomenda, é só entrar em contato pelo email adriana.pires@hotmail.com

Sejam muito bem vindas(os) !!

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Como acabei de sair de um apartamento que não tinha nem uma sacadinha pra colocar um vaso, agora que voltei a morar numa casa vou aos poucos me cercando de plantinhas.
Essas são minhas mais novas lindinhas....e eu não podia deixar de mostrar pra vocês.
A Sophie fez questão de sair na foto!






6 comentários:

Lourdes Sabioni disse...

Ficaram lindinhos e super charmosos, os vasos e a gata!!!KKKK...bjs

bordados da vida disse...

quanto bom gosto, ameiiiiii seu blog. Parabéns
Apareça
bjs bjs

Lilian Janine disse...

Seus desenhos são lindos de viver!!!
Gostaria de um orçamento de um prato Família Feliz com quatro integrantes.

Kátia disse...

Adorável este seu cantinho!!

Kátia
tudodbomptocom.blogspot.com

Simone Teixeira disse...

Olá Drix!

Acabei de descobrir seu blog e estou encantada com as suas criações! Parabéns!

Em breve voltarei para deixar o link do meu novíssimo blog, que está em fase de acabamento. Faço questão de divulgar por lá o seu trabalho!

Até já...

bjs,
Simone

Lourdes Sabioni disse...

Hauhauhauhauhau!!!YUPIEEEEEE!!!!
Que coisa mais linda eu acabei de ganhar!!!
Recebi hoje seu mimo muito precioso e faço questão de postar no meu blog...domingo farei uma postagem dessa belezura!
Drix, muito obrigada de coração! Eu amei! Principalmente pela energia boa que ele tem e que já passou pra mim!!!
Muitos beijos no seu coração, Luz e Paz, hoje e sempre!!! Bjs

dente de leão

dente de leão

Presente

Um dia, eu quis ser dente-de-leão. Desses que nascem em qualquer quina, em qualquer esquina, em qualquer calçada. Eu quis ser insistente, como quem rompe o asfalto para provar ser existente. Eu quis ser dente-de-leão para acabar na mão daquela criança Que foi até a esquina buscar a bola, ou que corria atrasada pra escola, E assim ser arrancado do solo áspero E ser soprado, Libertado, Liberado no ar como uma alegria certa Pra renascer em lugares diversos. Sim, eu quis ser ar, eu quis ser verso. Um dia, eu quis ser livre em meio às ruas da cidade, Eu quis ser livre. Um dia, eu quis ser. By Arthur Netto, 7/10/2005


Obrigada pelo presente...maravilhoso...me fez chorar de tão bonito...me fez chorar de saudade!
Que sorte a nossa!

visitas do mundo

free counters

Obrigada pela visita !!!